Zanna

28 de novembro de 2019 19:30 - 21:30

A voz do MetrôRio e indicada ao Grammy Latino com o melhor disco de MPB, leva seu novo show ao Teatro Rival

Depois do sucesso das apresentações em casas de São Paulo, incluindo Blue Note, Teatro Municipal de Niterói, além da Zona Sul e Zona Norte do Rio, Zanna leva seu novo show ao Teatro Rival, no dia 28 de novembro, quinta-feira, às 19:30h. No show, a cantora, compositora e violonista apresenta músicas de seu último álbum “Zanna” (três indicações ao Grammy Latino: Melhor Álbum de Música Popular Brasileira, Melhor Álbum de Engenharia de Gravação e Produtor do Ano/Moogie Canazio), entre elas ‘Quintal’, música de trabalho; ‘Menina de Vento’, que fez parte da trilha sonora da novela ‘Orgulho e Paixão’, da TV Globo; e releitura própria de ‘Sonífera Ilha’, dos Titãs. Nessa apresentação, a banda será composta por Guilherme Gê (teclado e direção musical), Beatriz Lima (baixista paulistana da nova geração do Jazz – abriu show do Skank e tocou com Chico Cesar), Janaína Salles (violoncelo), Michel Niremberg (sopros) e Junior Moraes (percussão). A direção de cena é de Daniele Do Rosario.

Autora de letra e música das 11 canções do disco, Zanna domina os fundamentos de sua arte. Como compositora e também como a pessoal intérprete: voz (e coro) e violão que imprimem a pulsação e o espírito que guiaram seus companheiros de viagem. No Rio ou em LA, durante a gravação dos arranjos de base criados por Zanna e Moogie para o álbum, alternaram-se no disco, entre outros, Jorge Helder, Marcelo Costa, Jorjão Barreto, Iura Ranevsk e Marlon Sette.

Na categoria de Música Popular Brasileira, “Zanna” foi o único dos discos indicados com repertório totalmente inédito; bossas, sambas e baladas escritos nas duas últimas décadas pela artista, que também é a voz do Metrô Rio. Canazio, produtor e um dos responsáveis pela engenheira de som do álbum, radicado há três décadas e meia na Califórnia, é um grande parceiro neste projeto. Ele, que já trabalhou com artistas como Sergio Mendes, Maria Bethania e Caetano, contabiliza oito Grammys na carreira.

“O som que chega a caixas ou fones de ouvido é coisa rara e ousada nesses tempos de tanta música previsível. Novas canções, de admirável frescor, mesmo que inseridas na sofisticada tradição da já clássica MPB.” (Trecho do release do disco assinado pelo jornalista e crítico musical Antônio Carlos Miguel)


Serviço Teatro Rival – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Data: 28 de novembro (Quinta-feira). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Ingressos: R$ 60,00 (Inteira), R$ 30,00 (Meia). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/TeatroRival_Ingressos2GIaEKp  Bilheteria: Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 21h Censura: 18 anos. www.www.teatrorivalrefit.com.br. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia.

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública e Assinantes O Globo