17/01 ~ Golden Boys

O grupo abre a temporada 2020 de shows no tradicional palco do Teatro Rival!

O show dos Golden Boys na última apresentação no Teatro Rival, em agosto teve ingressos esgotados.

E para atender aos inúmeros pedidos, o grupo retorna à casa e promete uma noite especial cantando os clássicos da Jovem Guarda no dia 17 de janeiro.

O show é uma viagem no tempo através das canções que foram gravadas pelo grupo vocal, desde a primeira gravação em 1958 até os dias de hoje.

O público pode esperar os sucessos como; “Alguém na Multidão”, “Fumacê, “Erva Venenosa”, “Andança”, e muito mais.

O conjunto, que atua desde a época da jovem guarda, nos anos 1960, foi formado pelos irmãos Roberto, Ronaldo e Renato Correa e seu primo Valdir Anunciação, que faleceu em janeiro de 2004. Roberto morreu em 2016.

Atualmente, Ronaldo e Renato se apresentam com outro irmão, Mario Correa, que foi integrante do Trio Esperança.

Saiba mais sobre os Golden Boys:
DONA NAZARETH E SEU MOACYR não podiam nunca imaginar que daquelas tardes de crianças brincando de cantar, nasceriam os GOLDEN BOYS, mais tarde o Trio Esperança e a Evinha. Eles eram pais de uma família de sete filhos e todos com jeito prá cantar, e que jeito! Das reuniões familiares sempre se ouvia uma voz a cantarolar e daí em diante, a festa estava formada. Foi no ano de 1958 que numa brincadeira de cantar na escola eles (os meninos) resolveram participar de um programa de calouros. Ganharam o primeiro prêmio e o convite para gravar um disco. Tudo parecia uma brincadeira familiar e eles chegaram em casa gritando:- Vó Luiza, Vó Dinga, a gente vai ser cantor!

E assim tudo começou. Sucessos, quantos sucessos. Basta ter um pouco de conhecimento ou boa memória para lembrar daqueles meninos com jeito de bons moços que cantavam: Meu romance com Laura, Pensando nela (Bus stop), Alguém na Multidão, Mágoa, Ai de Mim, entre outros.

Foi então que as meninas resolveram entrar na dança, convidaram o irmãozinho Mario, que ficara de fora da brincadeira, prá brincar também de cantar. Depois do sucesso que os meninos (GOLDEN BOYS) já faziam, restava a eles a mesma esperança. Aí veio à imaginação, Trio Esperança, este seria o nome. A família estava novamente unida prá cantar, pra não dizer brincar de cantar. Veio o tempo da Jovem guarda e aquela família novamente e sempre reunida, fazia a imagem verdadeira do povo brasileiro; jeito humilde, quieto e muito talento. Deste tempo vale lembrar dos cantores e ou compositores, os sucessos: Alguém na Multidão, O Cabeção, Fumacê, Foi assim, Te amo, Eu já nem sei…(GOLDEN BOYS) Filme triste, Gasparzinho, Festa do Bolinha, (Trio Esperança) e Cantiga por Luciana (Evinha).

Mais tarde, já adultos, os GOLDEN BOYS ousaram vôos mais altos, gravaram muitas trilhas de novelas, vinhetas e prefixos de programas para o rádio e a tv e participaram de diversos movimentos da música popular brasileira, viajando por diversos países, sempre representando o Brasil. Nos Festivais da canção, atuaram diversas vezes, aqui e no exterior, sempre com destaque. Quem não se lembra de Andança, Avenida Atlântica, Casaco marrom… No final de 2001, estiveram na Europa fazendo shows com grande sucesso, em Paris, na França e Lousane na Suíça, o sucesso alcançado foi surpresa até mesmo para eles pelo fato de estarem cantando em português para um público local.

No final de 2002, participaram da gravação do especial acústico para a tv, cd e dvd do Jorge Benjor e nos planos futuros, a gravação do seu próprio acústico: GOLDEN BOYS AO VIVO. Como se pode ver, eles continuam na estrada, cantando e brincando e é por isso que o tempo parece não passar para eles e se você duvida, é só chamar pelos meninos dourados, GOLDEN BOYS, eles continuam os mesmos ou estão ainda melhores e cheios de experiência, segundo a opinião dos que os assistem e aplaudem sempre. Vale à pena conferir.

SERVIÇO

Data: 17 de Janeiro (Sexta-feira). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h.
Ingressos: R$ 70,00 (Inteira), R$ 35,00 (meia-entrada)
Compre seu ingresso online clicando aqui http://bit.ly/IngressosTeatroRival2020_2GIaEKp

Bilheteria: Terça a Sexta, das 13h às 21h | Sábados e Feriados, das 16h às 21h


Censura: 18 anos.
Capacidade: 350 pessoas.
Meia-entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública e Assinantes do Jornal O Globo

Teatro Rival
Rua Álvaro Alvim, 33/37, Cinelândia – Rio de Janeiro. www.www.teatrorivalrefit.com.br

Metrô/VLT: Estação Cinelândia

Informações: (21) 2240-9796